JAPÃO - links úteis

JAPÃO - dicas

HOTEL JAPÃO:

TOKYO - Hotel MyStays Kanda, 79€/noite sem PA.

OSHINO - Lake Oshino, 69€/noite sem PA.

KYOTO - Hotel She Kyoto, 102€ com PA.

JAPÃO:

FORMA MAIS BARATA DE DESLOCAÇÃO - metro

ONDE COMER - nas estações de metro encontram-se os melhores restaurantes de sushi, cada refeição fica em média cerca de 15€/pp.

DICAS E PONTOS DE INTERESSE EM TOKYO:

- Akihabara é um dos bairros geek e manga da cidade

- Em media as refeições custam 15€ por pessoa, mas encontram-se sítios mais baratos

- Aqui não se come só sushi... come-se caril japonês, carnes grelhadas, omeletes, noodles, sopas e a considerada melhor carne do mundo: Kobe

- No Japão fazem-se os acessórios mais inacreditáveis, por exemplo, à entrada das lojas e centros comerciais têm disponíveis sacos para os guarda-chuvas para não molharmos o chão do sítio

- Não se fuma na rua, excepto em sítiíos específicos (tipo as "gaiolas" que vemos nos aeroportos) onde as pessoas se juntam para fumar, mais parecem drogados e criminosos. Já nos restaurantes é possível fumar devido à boa extração do local

- Não gostamos muito do Meiji Shrine, mas gostos não se discutem e acho que vale a visita, porque as experiências de cada um são muito diferentes

- Sem dúvida, visitar o Fish Market! Às 5h da manhã fazem o leilão de atuns tão grandes como vacas, dizem que vale a pena. Pode e deve-se provar coisas no mercado, mas cá fora existem restaurantes de babar que compram as coisas mais frescas e vendem refeições a 15€-18€ por pessoa.

- Roppongi Hills é um bairro chique dos milionários japoneses. Vale a pena a visita para ver o luxo e o design incrível das lojas, prédios e jardins

- Não é preciso falar de Shibuya... não há hora certa para ir lá, a passadeira está SEMPRE muito movimentada. O bairro é fantástico para compras inusitadas e que não se encontram em mais lado nenhum, por exemplo, meias com divisórias no dedo grande (recomendo, é super confortável).

- Visitar a estátua do Hachi-Ko, o cão japonês do filme do Richard Gere que tinha uma ligação inexplicável com o dono. Fica mesmo ao lado da passadeira de Shibuya

- Durante a semana os japoneses não gostam que se tire fotos... já ao fim de semana, fazem fila para tirar fotos!

- Visitar o Templo Sensoji que e maravilhoso e a área circundante é excelente para fotos e comer

- Shinjuku é o bairro para diversão! Karaoke é o mote, disfarces/máscaras são o dress code e a animação, festas e grupo de amigos preenchem as ruas

- Tirar fotos tipo passe é obrigatório no Japão! As máquinas são super avançadas, têm filtros, sugerem poses e ainda se pode tirar uma foto diferente de cada vez. É diversão certa!

- O metro fecha às 23h!!

- Visitas obrigatórias ao domingo: Yoyogi Park! As famílias vestem-se a rigor, incluindo as crianças e casamentos acontecem nos jardins

- Visitas a não serem feitas ao domingo: SkyTree (demasiadas pessoas e filas intermináveis), Shimbashi (para jantar, mas aos domingos está deserto), Sugamo (bairro onde os mais velhos vão para se divertirem, mas está tido fechado ao domingo)

- SkyTree paga-se 15€ por pessoa para ir até ao 4º piso (que já está a 360metros de altitude) e mais 9€ por pessoa para ir até ao último piso

- Tentar descobrir algum evento ou concerto nos dias em que vão estar em Tokyo e ir antes da hora para Tokyo Dome para ver as miúdas histéricas

- Ir ver o Fuji-san mas garantir que o tempo vai estar bom! Se não estiver não se vê nada. Ir de autocarro até Oshino (nós pagamos 20€ para fazer 8km de taxi), jantar muito cedo (tudo fecha às 17h), recomendamos ficar em Kawaguchi-Ko.

LINKS:

HOTEL MYSTAYS KANDA

RYOKAN LAKE OSHINO

HOTEL SHE KYOTO

JAPÃO - diário de viagem

  • Instagram
  • Email
kbnhoodplkockmil.png